CIDADES EXCELENTES

A excelência na gestão pública acontece, portanto, quando a prefeitura entrega resultados de destaque a partir do menor custo e dos recursos disponíveis, servindo como uma referência de boas práticas para as demais cidades.

Se a excelência vem do setor público, entendemos as Cidades Excelentes como aquelas que proporcionam a melhor qualidade de vida para os seus cidadãos. Por isso, é tão relevante compreendermos o conceito de desenvolvimento humano, o qual está intimamente relacionado ao de cidade excelente.

O princípio que gerou um dos indicadores mais conhecidos e aplicados no mundo, o IDH – Índice de Desenvolvimento Humano, que considera 3 dimensões básicas para medir o progresso a longo prazo: renda, educação e saúde.

Assim, o Aquila compreendeu que uma cidade excelente deve estar em equilíbrio para promover serviços eficientes à sua população. É exatamente o que permite à gestão municipal analisar as condições adequadas e necessárias para melhorar a qualidade de vida regional a longo prazo.

Uma cidade que pratica a excelência da gestão do desenvolvimento humano da sua população a longo prazo promove o equilíbrio do ciclo virtuoso, o qual é caracterizado pela atuação interdependente dos cinco pilares formativos da metodologia Cidades Excelentes.

Conheça a obra que reúne de maneira inédita o que há de mais moderno para a gestão pública municipal.